Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Doenças Falciformes: Simpósio de Fortaleza promove encontro entre pesquisadores e pacientes
31/10/2011, às 10:57:06

 

 Por Dalmo Oliveira

   Durante três dias de uma verdadeira maratona de palestras, reuniões e debates, médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, pesquisadores e pessoas que vivem com a doença falciforme tiveram uma oportunidade ímpar de trocar informações durante a sexta edição do Simpósio Brasileiro de Doença Falciforme, ocorrido em Fortaleza, no período de 17 a 20.
   O evento, que já possui caráter internacional, atraiu mais pesquisadores dos EUA, da França, do Senegal e de outros países africanos. Latinoamericanos e caribenhos também participaram esse ano.
   A diretora técnico-científica da FENAFAL, a analista de informática Patrícia de Fátima da Silva, foi uma das painelistas do Simpósio, tendo participado da mesa-redonda com a temática “A dor na Doença Falciforme”. Patrícia abordou “Visão do usuário com Doença Falciforme”, ao lado das painelistas Cecília Maria Izidoro Pinto, que falou sobre “A pessoa com dor na Doença Falciforme” e a médica Milza Cintra Januário, cuja palestra foi a “Importância da Humanização no atendimento da pessoa com Doença Falciforme”.
   Dentre as novidades do simpósio, devemos destacar a preocupação dos pesquisadores com a mudança na faixa-etária onde os óbitos em decorrência da doença estão mais concentrados. Segundo os especialistas, agora os jovens, entre os 15 e 25 anos, estão sendo mais vitimados, por causa do lapso de cuidados que geralmente ocorre entre a pré-adolescência e a juventude, num momento em que esses pacientes já não querem mais ser acompanhados pelos pediatras.
   O evento mostrou ainda avanços nas pesquisas de fisiopatologia dos fenômenos vaso-oclusivos e nos possíveis moduladores da gravidade da evolução clínica da doença.  Há avanços também nos estudos da fisiopatologia da sobrecarga de ferro em Doença Falciforme.
   Os médicos também mostraram estatísticas e avanços das pesquisas sobre os problemas cardiopulmonares e renais, assim como na prevenção dos acidentes vasculares cerebrais. Outra área com boas perspectivas é a relacionada às complicações osteoarticulares, com uso de terapias celulares.
   No final do evento foi anunciada a cidade de Salvador (BA) com0 sede da próxima edição do simpósio, a ocorrer no segundo semestre de 2013.

 

 

 




Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia